Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

SILICONE DE MAMÃE

Eu e minha irmã desde que fomos para a faculdade tivemos que deixar nossos pais, já que na cidade onde moravamos não tinha os cursos que queríamos. Eu fui para Maringá e minha irmã para São Carlos, e meus pais ficaram sozinhos. Eles são um casal bem liberal e sozinhos eles passaram a se cuidar melhor e , pelo que parece, o sexo melhorou entre eles, ao ponto de eu ficar sabendo que mamãe se tornara uma mulher fogosa. O que aconteceu comigo foi em novembro de 2003, onde eu já com 25 anos e bem sucedido no emprego apás a faculdade, consegui as tãos sonhadas férias. Fui para casa no primeiro final de semana e teria 30 dias para curtir meus velhos e minha cidade natal. Ao chegar em casa esperava encontrar minha mão bonitona, mas tive uma grande surpresa, já que duas semanas antes ela tinha colocado 125ml de silicone em cada seio, deixando eles empinadinhos como o de uma universitária. Eu quando era mais novo vez ou outra via ela fazendo topless num riozinho perto de um rancho que minha família tem e desde desse tempo costumava homenagear minha cora com umas punhetas, mas dessa vez seus peitos estavam maravilhoses. Ao me receber ela usava uma blusinha coladinha ao corpo e sem sutiã e seus mamilos estavam arrepiadinhos e ao abraça-la senti aqueles dois melões encostando em mim e senti meu pau começar a endurecer. Passado essa surpresa fui para o quarto e não resistindo tive que bater uma punheitnha no banho sonhando que minha boca sugava aquelas maravilhas. A primeira semana minha de férias foi tranquila, muita visita a casa de parentes e para minha alegria marcamos para ir no sítio no final de semana. Na sexta-feira fomos para lá eu, mamãe e a família de meu tio. Meu pai iria no sábado a tarde. O calor nessa época na região era infernal e logo mamãe apareceu usando somente a parte de cima do bíquini e um shortinho jeans agarradinho, mas devido ao horário não teríamos como ir no riozinho. No sábado meu pai chegou e mamãe continuava a usar roupas insinuantes e a tarde fomos todos para o rio aproveitar o dia. Mamãe dessa vez não vez topless devido a presença da família de meu tio, mas pude ficar me deliciando quando ela tirou o short e por baixo usava um bíquini que mal escondia sua xoxotinha. Depois de mais ou menos uma hora e meia meu pai e minha mãe resolvem voltar para a casa do sitio, e eu já meio que desconfiado que eles iriam dar uma espero uns dez minutos e deixo meu tio e sua família no rio. Cheguei quieto na casa e dei a volta até chegar na janela do quarto deles, que estava entreaberta e pude ver eles fudendo. Mamãe estava sentada na pica de meu pai e cavalgava ela com muito tesão. Sua xoxotinha parecia engolir a cobra do meu pai e ela rebolava como uma puta em cima dele até que ela cansou e ficou de quatro para ele e ficou com a cara voltada para a janela e percebi que ela tinha notado que estava sendo observada. Eu nessa hora nem sentia a noção de perigo, estava a bermuda arriada e tocando uma punheta com aquela cena. Papai deu mais umas quatro, cinco estocadas no rabo dela e ela gozou e caiu deitada na cama, e eu aproveitei para sair de lá. A noite pude perceber que mamãe passara a se insinuar para mim e foi duro dormir depois com meu pau que depois de duas punhetas resistia duro como uma rocha, chegando até a doer. No domingo tivemos o tradicional almoço de família e depois a tarde já chegara a hora de partir e fomo todos para a casa. Na segunda mamãe me chamou para ir ao clube com ela e então fomos e novamente ela estava com aquele biquini e na piscina do clube pediu para que eu passesse bronzeador na costas dela e assim fiz. Ao chegar práximo dos seios passava a mão de ladinho e sentia a consistência deles e meu pau já começara a endurecer e sentia que ela gostava disso e pedia para que eu não parasse. Já estavamos chegando numa situação na piscina em que achei melhor cair na água e esfriar a cabeça. No final da tarde voltamos para casa e meu pai já estava lá, até ai tudo bem. De noite ao acordar para beber água pude ouvir ela gemendo de prazer e isso sá me atormentava. O clima entre eu e mamãe era tenso e na quinta durante o almoço ela fala para o papai que quer ir para o sítio e quer que eu vá junto. Meu pai logicamente não poderia ir na quinta a tarde e nem na sexta e ai comecei a perceber suas intenções. Fomos para o sítio e chegamos lá por volta das 16:00hs e ela já partira para o quarto colocar um novo biquini mais sensual que o outro e disse que vai para o rio e pede para que eu arrume as coisa e que vá depois. Meia hora depois vou para o rio e ao chegar lá ela esta fazendo topless e mesmo com minha chegada não cobre seus peitos. Ela percebe minha excitação e pede para que eu sente no lado dela e ao sentar ela pede para que eu pegue nos peitos dela. Ela insiste muito e eu meio constrangido, mas cheio de vontade, pego em um dos peitos dela e e fico alguns segundos acariciando ele. Tiro a mão e ela pede minha opinião e eu logicamente digo que estava átimo. Já escurecia e voltamos para a casa do sítio e por volta das 22:00hs fui dormir, mas claro que não conseguia e me masturbei novamente e cochilei um pouco até ser acordado por mamãe dizendo que o ar-condicionado do quarto dela estava com problema e que ela teria que dormir ali. Cedi minha cama e deitei no chão e depois de 19 minutos senti suas mão acariciando minhas costas e chegando até meu pau. Ela apenas pede para que eu não diga nada e tira sua camisola e com sua mão coloca meu pau para fora e pede para que eu comece a chupar seus peitos. Prontamente atendi seu desejo e enquanto chupava seus mamilos, ela acariciava meu pau e de vez em quanto apertava meu saco. Fiquei uns 5 minutos com a boca nos seus peitos até ela afastar minha cabeça e pedir para que eu metesse nela. Ficamos na posição papai-mamãe e ali no chão pude penetrar na xoxotinha quente e úmida de mamãe. Gozamos rápido, talvez por já estamos nos acariciando po algum tempo e cansados dormimos. Ao acordar ela não estava mais lá e tinha ido para o rio e deixa recado para que eu vá até lá. Ao chegar ela tomava sol nua e ao me ver pede para que eu vá perto dela e ela de joelhos abaixa meu short e começa a dar beijinhos no meu pau ainda mole e quando ele começou a endurecer ela o colocou na sua boca e deixou ele ficar duro dentro dela. Assim que ele endureceu ela se deitou de pernas aberta e pede para que a chupe toda e assim eu faço, começando pelo seu peitos siliconados até chegar na sua xoxotinha e chupa-la até sentir o seu gozo em minha boca. Ficamos algum tempo alie depois caimos na água para refrescar e ao voltarmos para a areia eu me deito e dessa vez é a minha vez de ser cavalgando por mamãe. Sua xoxota comprimia meu pau como se aquela fosse sua primeira vez, apesar de muitas fodas ela ainda era apertadinha e isso a deixava mais deliciosa. Ficamos a tarde inteira a transar no rio e a noite pude come-la de quatro no quarto dela e de papai. Ainda tentei comer seu cuzinho, mas ela não deixou, dizendo que ali sá meu pai tinha direito. Nesta noite tivemos que dormir cada um seu quarto, para não correr o risco e sermos flagrados pelo meu pai, mas a noite ainda rendeu uma fodinha com minha coroa. Quando meu pai chegou tive que voltar a bater minhas punhetinhas, mas ao retornar para a cidade era sá ele sair para nos saciarmos. Foi assim o resto de minhas férias inteiras e todo vez que vou para casa, arrumamos um jeito de transar e matar nossas vontades. No anos passado ela veio passar uns dias em Maringá e ai foi sexo todo noite, mas sá que seu cuzinho eu ainda não consegui comer.



VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


historias eróticas a menininha no coloWwwcasa dos contos meu marido e rasistaContos eroticos passeio de saiacontos eroticos real desabafosalva vídeo porno mulhe afosa outra mulher chupa a buceta cheia de sebofodi a noite todinha filha virgem desenho hentaicomido no carro contocontos tava batando uma derrepente minha prima me pegafotos e vidio e contos eroticos estava sucegado em casa quando minha irmã começou a me procarcõntos mulher que trai marido com o compadreconto erótico chantagem putinha pobre cu colocontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casafui comida por meu marido e o massagista contovideo de porno novinhas virgeconto erotico dei para o ex maridomeu policial chupou meus seioscontos eróticos traveco emrabado a negona coroa casadaquero ouvir o funk mais soltinho bem curtinho cunhadoEsposa safada em casa com o compadre contotive meu cú penetrando na infânciacontos de adolecentes escultando.adultos tranzacontos gay gordinho calcinhacontos cadado da cu pro gerente em aposta entre homenscontos pornos gay nas dunascontos eróticos danielecontoacordei opor sentir que estao a chupar os meus seiossequestro e muitas lambidas no greloA Tia super gostosa com uma bunda maravilhosadividi minha mulher com outro comto eroticoconto trocando as filhascontos eróticos procurei meu irmão si ele mastubavacontos eroticos a calcinha mijada da ermapezinhos da minha sobrinha contos eroticoscontos arrombando casadacontos eroticos envagelica abusadaAdoro usar shortinho feminino e calcinha fio dental afeminado contosenterrei tudonabucetinhaconto erotico velho tarado cachorromulheres casadas morenas claras 45 a 55 anos traindo com negaogata de excita o tio conto mais falladoconto erotico gay.amigo do papaicomo tira pedra da teta sem para de tanto se matusbarContos mamae e titia e irma bacanal incestoconto erotico velha gorda desesperada por pirocaesposa bunduda rece be uma proposta para da cu ela nunca deu contos eroticos comi minha irma q nei peitos tem ainda contosContos eróticos: meu primeiro pau gigantecontos tentei dar mas a buceta nao aguentouVem amor segure a rola dele para eu sentar em cima, vem meu corninhocontos sobrinho negroroludotitio me estuprou. tinha 7 aninhos incesto. analdona Florinda abrindo pernas mostrando calcinha pornsentou no meu colo conto eroticocontos eróticos fui estresada e gosteimae gostosa contoscontos eróticos dominado pela sograconto erotico com mecanico velho coroa grisalhoconto gaguei mas gostei de dar o cuTennis zelenograd contoodiava o marido da minha prima parte2 contos gayA maior gozada muita porra contoscuzinhopiscanoesposa santinha liberando o cuzinho para o sogroo tempo em que ele para e diz"essa buceta é minha"relato conto: meu me incentiva a usar roupas provocantescontos eroticos estuprada no matagau traisaocontos eroticos enteado pau de jumentoO amigo do meu marido fodeu minha buceta e cuMagrinha cu peludo cheiro conto eroticocontos eróticos de Zoófila - empregada foi amarrada e castigadacontos eroticos e tome gozada na carabucets cabeludaxxcontos eroticos com minha namorada virtualbrincadeiras no escurinho conto eroticocontos de velhos mamando seios bicudoscontos eroticos gay com meu professorcontos minha filha novinha deitou com eu e a sua mae...e a pica comeuesposa safada liberando geral para o sogroeu sou solteiro eu sou empresário eu moro sozinho no meu apartamento minha linda e gostosa secretária casada da minha empresa eu sempre eu quis fuder sua buceta eu conversando com ela dentro da minha sala eu disse pra ela eu queria ter uma esposa como você pra morar comigo no meu apartamento ela disse pra mim patrão eu me separei do meu ex marido porque eu descobrir que ele tinha uma amante eu perguntei pra ela você que ir morar comigo no meu apartamento pra você ser minha esposa ela disse pra mim eu quero patrão ir morar com você pra eu ser sua esposa eu dei um beijo na boca dela eu levei ela comigo pro meu apartamento eu levei ela pro meu quarto ela me deu um abraço ela me deu um beijo na minha boca ela tirou sua roupa ela deitou na minha cama eu chupei seu peito eu disse pra ela sua buceta raspadinha e linda eu comecei a chupar sua buceta ela gozo na minha boca ela pegou no meu pau ela disse pra mim seu pau e maior e mais grosso que o pau do meu ex marido ela começou a chupar meu pau eu fui metendo meu pau na sua buceta eu comecei a fuder sua buceta eu disse pra ela sua buceta e muito gostosa de fuder eu disse pra ela agora que você e minha esposa eu vou fuder sua buceta todos os dias ela disse fode minha buceta eu fundendo sua buceta ela gozo ela disse pra mim eu quero dar meu cu pra você conto eróticocontos eroticos casada que mete com mendigosexo porno safada do sitiotudo no cucontos eroticos de fui comido pelo meu tiofui toma uma no bar da coroa safadinha e acabei comendo seu rabinhoconto dei pro mendigocontos eoticos chantageei minha maeincesto porno/encoxando minha mae no trem lotado