Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

CUNHADA DE SAIA JUSTA

CUNHADA DE JAIA JUSTA



Fui até a casa de minha cunhada, mulher do irmão da minha esposa. A cunhadona uma mulher de 33 anos, loira, 1.69 uns 76 kg e bem servida de tudo. Minha esposa sempre me falou que ela era fogosa e que gosta de dar em cima dos amigos do marido dela quando vão lá em sua casa. Eu porem me fiz de bobo, mas na verdade já tinha percebido que quando aviso que vou na casa dela ela esta sempre de vestidinho curto ou logo vai colocar um shortinho e fica desfilando com aquela bundona enorme na minha frente.

Esses dias minha mulher foi na manicure que é amiga dela e ela se ofereceu pra ficar cuidando da nossa filinha e fomos até a casa dela pra deixar a menina. Ela já estava de vestidinho preto esperando no portão pra pegar a menina e não sei por que falei para a patroa que não iria lá ao salão ficar cheirando esmalte e ela concordou “ fica ai então”.

Desci com a menina e também fiquei por lá, tudo no maior respeito, minha mulher na manicure e cunhadona safada desfilando aquele bundão pra lá e pra cá pela sala de sua casa. Mais tarde a neném começou a chorar e ela falou que ela precisava de um de banho. Pegou a banheira e foi dar banho na criança e olhando bem fixo pra mim disse: “fique olhando como se lava uma criança” e abaixou que deu pra ver a sua tanguinha que deu seu primeiro ar da graça, fiquei sá de canto de olho e ela levantou e deu mais uma abaixada um pouco mais demorada ai sim deu pra ver que o fundinho enterrou um pouco mais no seu reguinho e os pentelhos da sua buceta ficaram um pouquinho pra fora da calcinha. Não satisfeita levantou dali e foi até o boxe do banheiro e resolveu tirar a sua calcinha e voltou e se abaixou de novo, foi então que vim subindo os olhos naquelas pernonas branquinha e entre meio as polpas da sua bunda vi aquele bucetão bem cabeludo do jeito que eu gosto. Fiquei sá olhando e quando ela percebeu que eu olhava deu aquela mexida de responsa e disse: “agora chega de banho neném vamos para o quarto”. Passou por mim com aquela cara de safada e eu ali paralisado, olhando para sua bundona, ela deitou a criança na cama e novamente ficou em posição de bala ai deu pra ver ainda melhor sua xoxotona que a essa altura estava um pouco melada com os pentelhos grudadinhos e ela me convidou: “vem ver a menina deitadinha... ai que lindinha!!!” .

Então há essa hora meu pau parecia um osso de duro e eu fui chegando por detrás dela e ela roçando a bunda nele, não hesitei ergui o vestido e apalpei a cabeludinha e ela sá empinou mais ainda a bundinha e abriu as pernas e me disse: “soca logo esse cacetão em mim soca logo de uma vez não aguento mais to sá esperando essa geba me foder, já faz um tempinho”. Então fui passando o chapeludo na bunda dela e dei uma encostada na portinha daquele bucetão e ela já esguichou o primeiro jato de porra na cabeça do meu pintão. Eufárica começou um vai e vem gostoso e pedindo: “mete, mete, mete seu gostoso me faz sua puta!!! é sim sou sua puta hoje me fode me fode arregaça a minha buceta”. Dai em diante trepei na bunduda e soquei a geba nela e quanto mais eu socava mais ela dava gemidinhos e sussurros de prazer então coloquei a mão nos seus seios e ela na posição de quatro pedia pra que eu socasse a geba naquele bucetão peludo que naquela altura já estava mais melecado te tanto gozo.

Ficamos nesse vai e vêm por uns quatro minutos e ela quase satisfeita saiu correndo um pouco envergonhada dizendo: “não, não, eu não posso!!! não devo você vai me achar uma puta rampeira e eu não sou isso. Sou uma mulher direita. Mais o tesão tomou conta de seu corpo e sentou no sofá com as pernas entre aberta e eu não podia deixar passar fui para cima dela novamente e ela me pediu que colocasse nela na posição que mais gostava “papai e mamãe” e arregaçou a bucetona e pediu pra meter com tudo bem fundo. “Mete, mete quero você todinho dentro de mim” e não resisti a seus apelos e dei-lhe um longo beijo na boca e um jato de porra na sua xoxota e ela logo respondeu com um berro bem gostoso e começou a tremer e implorar por mais pica e gemendo falou: “por favor me fode me fode seu negão cacetudo, me fode mais forte sou tua, minha buceta é sá tua, fode ela e mata esse fogo”. Então sá coloquei outra vez a cabeça no bucetão e ela segurou na minhas costa e jateou com seu gozo que escorreu no sofá e melecou todo o meu pintão.

Desfalecida e meio grogue juntou o vestido do chão e correu para o banheiro se limpar e mais tarde voltou com cara de quem não tinha feito nada de errado e me pede pra que num outro dia repitamos a festa, já que seu marido não a satisfazia mais e ai neste momento minha esposa tocou a campainha e entrou na casa e logo foi perguntando: “tudo bem com vcs e a neném tudo certinho”, “ sim, sim respondeu a cunhadinha dando aquela risadinha de safadinha....

Quem gostou e gozou junto vota ai nesse conto do Locao rsrrsrs.... um abração ate o práximo....

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


videos porno gay contos eroticos historias de menininhos novinhos transando pela primeira vesContos eroticos de podolatria com fotos chupando pes de primas timidasmassagem incomparável faz cara senti tesão e gozarelatos eróticos dei aos novecontos eróticos gays irmãosCONTOS EROTICOS DE INCESTO COM RABUDAS.contosdeputaemplorando pra ganha leite eroticos contosadultas com seios e bundas fartas conto erotico minha namorada virgem com outrocontos erótico Parácontos-gays fui arrombado por um bombeiro no motelcontos eroticos incesto tomei porra do meu cunhadotenho maior tesão pela minha tia velha contos eróticosamigo emrabando o outro contoesposa safada de biquini na farraconto erotico virei amante do negao por chantagemContos de incesto de meninas de 14 aninhos em Belém do Parácotos erotico noviha dando o cusobrinha da esposa na praia contosconto erótico "comeu meu marido "Conto erotivo estupro veridicochupei mas nao dei que pena contosvideos de porno aluno esxcitando o professorminha amiga me levou p suruba contos eroticostrai meu marido na hora do futebol dos contoscontos mulher x travestiGozei na mao da mamae contopai q come filha no sitiocontoscontos forçada a virar cadelacontos eroticos sobre voyeur de esposacontos eróticos espiandoSou gay e tranzei com um travest contos eroticoContos amigos fodem maes de amigos por traicaoencoxada onibus apagado contoscontos eróticos encaixada viado da bunda grande no ônibusContos eroticos selvagens brutais incestos com xingamentos surrascontoseroticoloiracu cheio de muita manteigacontos eu era enrabada toda noite pelo taradocontos erotico meu amigo na picina de casaFui Comida pelos colegas do colegios contoscontos eroticos senzala escravadei pra um estranho num baile e meu marido viu conto eroticocontos escola sexocontos eroticos casadinha exibicionistaconto erotico com meu sogro peladocontos eroticos gays no cinemaComi minha prima safadinha contoentreguei minha esposa de bandejacontos eroticos - esposa - massagista - pintudocontos eroticos querendo uma rapidinhacontos eróticos eu comi a secretária do meu paicontos enquanto dormiacontos eroticos pai filha e genrocontos eroticos comendo a sogra da minha irma e socando a banana no cu delaConto erotico novinha.pediu pra passar bromseadorTrempando em cima da lancha com o coroa conto eroticocheguei em casa vi minha esposa se masturbando Aproveitei transei com elameu filho xerou meu cuxoxotao capusaobulto dos coroa contoscontos er irmas vizinhaminha piroquinha dura no cu do molequecontoseroticos- meninas novas e espertinhasconto erotico empregada negra escraviza patricinhaContos eroticos namoradas sendo realizadas por pintudoContos eróticos enlouqueceuporno conto erotico depois de malhar fui fodida na academiacon erotico comi lora greluda por 10 pilacomeu cu da coroade 30anossvideos porno gay contos eroticos historias de menininhos novinhos transando pela primeira vesMeu corno cherador de cu.conto eróticovideos de gay apostei o meu cu e olha no que deugozando pelo cu contos eróticoscontos eróticos afim do papai minha esposa nem desconfia que eu gosto é de rola contos gaycontos eroticos chifrecontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casacontos eriticos de pai e amigos fodendo a força seu filho gaycoroas enfieins pornoCasada viajando contosConto erótico Viagem com minha mãe parte 2 Okinawa.ufa.ruvideornpossContos de zofilia "cabelo na perereca"meu amigo pediu pra eu comer sua namoradaMinha primeira sirica contos eroticoscontos bi eu e meu primo e minha prima meu primo gozo no meu raboo tio ceduzino adolecente metendo odedo priguitinhaconto erótico paixão de irmãconto erotico meu primo me comeu na maldade