Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

CASADA TIMIDA

Sou casado tenho 39 anos 1,90 , mineiro , sempre leio os contos deste site recentemente Conheci uma outra mulher também casada pela internet e começamos um relacionamento virtual, trocamos telefonemas e sempre teclávamos pela net. Eu sempre achei que as fotos trocadas no MSN são falsas ou omitem alguma coisa, mas resolvi arriscar. Maria; seu nome ela tinha dois filhos adolescentes e havia me dito que seu casamento deixava muito a desejar, o marido sofrera um enfarte e quase não a procurava mais e ele também nunca fora o amante que ela esperava, ela sempre desconfiou que ele já havia traído nos 20 anos de casamento, tinha sido seu único homem, depois de algum tempo eu propus nos conhecermos, eu já estava louco para conhecer ela, ela também dizia o mesmo mas tinha muito receio. Ate que um dia puder ir a cidade dela e combinamos de nos conhecer. Mas ela disse que seria a primeira vez e ultima loucura da vida dela. No dia combinado fui ao encontro dela , Ela havia dito que era loira mignon e baixinha e tinha 40 anos. Estacionei meu carro e esperei dar a hora marcada, alguns minutos depois ela apareceu, ficou me procurando, sai do carro e chamei-a, Era melhor do que a foto, realmente loira, baixinha, seios pequenos e bem cuidados, bumbum redondinho e corpo bem cuidado. Abri a porta mais que depressa e ganhei um selinho - Olha, sou bem casada e não sei o que meu deu na cabeça. Procurei tranquiliza-la - Fique tranquila, vamos no conhecer e se acontecer algo tenho certeza que vamos adorar. Ela estava muito nervosa então propus irmos a um motel, ela ficou insegura, mas eu disse – Será mais seguro para nos dois, e prometo não forçar nada se você quiser voltar eu te trago na hora, ela aceitou, e fomos para o motel no meu carro, no caminho ela disse - Como você é bonito, é melhor do que as fotos. - Você também Maria. Entramos no motel. Entramos e pude ver como ela estava nervosa, chegava a tremer, então comecei a beijar e acaricia-la - Confio em você. Disse ela. Deitou-se ao meu lado e começamos a brincar, ela era toda durinha, seus seios cabiam na minha mão e tinha quadris largos, aos pouco fui tirando sua roupa, cai de boca naquela bucetinha. Lisinha com poucos pelos , comecei a chupá-la, arqueou o corpo e começou a falar coisas : - Ele nunca me chupou, ai, Me chupa , me chupa. A buceta era pequena e rosa, seu clitáris era pequeno mais muito sensível, cada vez que passava a língua ele estremecia. Já estava muito molhada, continuei o sexo oral percebendo o quanto ela estava com tesão, não demorou e ela segurou minha cabeça num orgasmo louco, gemendo sem parar e estremecendo ate terminar de gozar, então parei, ela ficou quieta recuperando o fôlego, depois de alguns instantes ela pediu para come-la, me posicionei pra enfiar meu pau naquela bucetinha. - Vai com calma benzinho, faz tempo que eu não recebo um pau tão duro. É realmente era apertada, ela gemia e pedia calma. Comecei o vai e vem até que senti que podia me movimentar melhor , Eu sá ouvia seus gemidos e o pedido para não parar, não demorou muito e ela começou a gritar: - To gozando, não para. Quase desfaleceu, ficou molinha e eu com pau duro não tinha terminado. Comecei novamente, mas ela pediu para deixá-la descansar. Ela então soluçou e eu perguntei - O que foi? Com a voz tremula me disse: - Sabe nunca gozei assim, ele nunca me chupou. Então beijei ela calmamente e trocamos mais alguns carinhos. Ainda de pau duro pedi que se cavalgasse. Então ela se posicionou por cima de mim e foi agachando ate meu pau entrar todo, Maria passou a cavalgar rápido se movimentado para frente e para trás, vi pela expressão do rosto o quanto de prazer estava sentindo , ela realmente era apertadinha, mas muito gostosa, enquanto ela rebolava peguei em sua bundinha, Arrebitada e redondinha. estava com as mãos naquela bunda, comecei a apalpá-la com força e disse no seu ouvido: - Quero comer sua bundinha. – ela então ficou com mais tesão e teve outro orgasmo, parou e se agarrou em mim – você esta me matando de tanto gozar, enquanto você não gozou nenhuma vez. Então sorri e disse era pq queria ter meu prazer quando eu come se seu cuzinho , ela não concordou, mas fui convencendo ela, passei a chupa-la de 4 e colocando o dedo no cuzinho, então ela acabou concordando, mas disse – mas põem devagarzinho, sá a cabecinha e se doer você para. Pedi um gel pelo telefone e a coloquei de 4 - Fode minha bucetinha mais uma vez antes do meu cuzinho, atendi ela prontamente montei nela, comecei a foder sua boceta melada, ela estava quase gozando de novo e então pequei o gel e avisei que tocar de buraquinho e ela disse - Vai devagar, seu pau esta muito duro, cuidado para não me machucar. Lambuzei aquele rabo, esfreguei bastante e coloquei um dedo naquele cuzinho, brinquei aquele cuzinho, lambi coloquei um dedo e depois com dois dedos, ate sentir que ela estava pronta. Fui colocando na portinha, ela reclamou: - Ai, ta doendo, tira vai... Pedi que relaxa-se, não iria enfiar tudo. Passei minha mão esquerda por cima de seu quadril e comecei a dedilhar seu grelinho. Gemia baixinho. Então continuei forçando ate entrar todo, parei esperei seu esfíncter se acostumar com a invasão, ela ainda reclamou um pouco, mas já estava acomodado, perguntei se queria que para se, ela prontamente disse não – Agora esta ficando gostoso não para de esfregar meu grelo, Continuei a brincar com seu grelinho, e ela rebolava, muito lentamente, depois ela era que enfiava o cu no meu pau com muita força! Soquei a rola e enfiei até as bolas, indo e voltando junto com ela. A clima era de muito tesão, eu atolado dentro dela e brincando com sua bucetinha. – mete mais ta ficando gostoso, me rasga, então ela começou a ter um espasmo e gozamos juntos. As suas pernas tremiam e seu cuzinho pulsava no meu pau. Deitamos desfalecidos ela me abraçou e me beijou disse - não sabia que era tão bom! – nos levantamos e fomos para o chuveiro, depois nos vestimos e fomos embora, prometendo repetir. Deixe-a no estacionamento onde esta seu carro. Repetimos algumas vezes se alguma mulher casada quiser falar comigo e sá adicionar [email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


esposa e sogra metendo na praia contostenho fantasis eroticas com meu cunhadocasada que gosta de apanhar traindo porno contocontos eroticos patroa puta empregado caralhudosexo contos mendiga estuproMinha mae é puta assumida contoscontos casadas malandrascomendo a irma dopada de remedio contoscontos eroticos comi o cuzinho da minha colega de trabalho no estoque realcontos eroticos Roberta traindo3negros-_contos eróticoscontos eroticos de primeiro orgasmo com tioconto fui ajudar a vizinha e ela me agradeceu com a bucetaquero assistir anã cimastubando quartoconto vi arrebentaram cu minha filhaconto erotico peguei meu marido trepando cõm minha irma na camavideo de homem gosano na boca de outro hom video gay caseiroHistória narrada de sexo- Trepando com a nifeta safada gostosa huummmconto sexo meu cunhado meu donoContos eroticos gozando até chorarele implorou e eu engoli sua porracontos eroticos madrasta empurra dedo nu meu cuVoltei gozada pro meu corninho contocontos eroticos bumda arebitadascontos de corno surpresaCasada viajando contoscontos de incesto dez anosconto encoxada e analcontos de coroa com novinhocontos porno esposas estuprados submissosContos eroticos meu papai safado me comeu no meu quartoconto.erotico marido da minha amiga sexoa amiga resolve acordar a amiga com a mão na buceta deladividi minha mulher com outro comto eroticocontos foi comer a bct escorregou e pegou no cu vijen delame casei com uma puta safadacontos pedi meu cabaco para um velhomulher goza gostoso loucamente delirantecontos esposa pai delaconto ru e minhas filhascontosmeu marido quer fode meu cu mas to com medofudendo pra valer com tubo de gel no raboContos eroticos c imagens meus dois chefes me comeram por dinheirocontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casacontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casaficando com o hetero safadoconto gay dano o cu nometro conticos eroticosaec porno videos bhaquelas olhadas safadascontos.eroticos.de muleres bem.velhas.transando.cm legumescontos eróticos- virei mulher do meu paiforçada a usar vibrador contos eroticoscontos hot comeran minha buceta no pique-escondecontos eroticos de enteadasconto erotico perdi calcinhaConto erotico amo decotesmulher gozando a um metro de distansia e mijandocache:a_zOfGtuspUJ:tennis-zelenograd.ru/conto_14627_marido-confiante-mas-nem-tanto..html Fui enrabada ao lado do meu marido e ele não viucontos tranzei com a minha colega,de trabalhotive que engravidar de um garotão pois o corno não consegue contosContos eroticos minha esposa rabuda no acampamentoContos tarados por cu de bundudaSou um corno mansocontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casaContos eróticos papai me quercontos eróticos de empregadasxoxota doce contoscontos meu maridogosta q conto minhas fantasias n seu ouvidibhoconto de babydoll da mamaecontos eroticos tia suruba com sobrinhoscontos gay caminhoneirocontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casaconto erotico a gorda pagabdo a apostafoi trabalha na casa da vizinha e acabou comendo a filha dela